Publicidade

Candango: de termo pejorativo a elogio


Histórias de Brasilia - janeiro 2, 2018

 

Candango é uma expressão de origem africana que significa “vilão, ruim, ordinário”. A palavra ressurgiu durante a construção de Brasília como uma espécie de apelido coletivo para rebaixar os trabalhadores humildes e sem estudo, pois eram, em sua grande maioria, analfabetos.

Naquele período, havia duas classes sociais bem distintas: os candangos, que eram os pedreiros, carpinteiros e operários de um modo geral; e os doutores, relativo a todos os que trabalhavam em escritórios, com diploma ou não. A expressão era tão difundida, que havia até concursos na Cidade Livre para escolher os 10 mais elegantes e os 10 mais candangos.

 

 

O termo só deixou de ser pejorativo quando Juscelino Kubitschek, no discurso de inauguração da capital, usou a palavra para elogiar aqueles que construíram a cidade. Depois disso, todos queriam ser chamados de candangos, até mesmo os “doutores”.

Atualmente, também denomina-se candango todos aqueles nascidos em Brasília.